Prontuário Eletrônico: Como Otimizá-lo no Seu Laboratório?

Tempo de leitura: 3 minutos

Ao iniciar uma consulta médica, informação é o quesito mais importante que um profissional pode ter para tratar da melhor forma o seu paciente. Isso ocorre por meio do prontuário.

Esse histórico é imprescindível, assim como os sintomas e aspectos do paciente para um diagnóstico eficiente. Portanto, todas essas informações valiosas devem ser guardadas e compartilhadas com outros atendentes, para que o paciente receba o melhor atendimento de saúde possível.

Ou seja: tudo isso é guardado no prontuário médico. E, hoje, o DB traz tudo o que você precisa saber sobre o prontuário do paciente, as inovações como o prontuário eletrônico e as práticas que levam ao sucesso do tratamento médico. Confira!

Mais que importante, o prontuário é indispensável

O dia a dia do profissional de saúde é dinâmico e muito corrido. Além da rotina agitada dos médicos, um único paciente pode precisar de um atendimento multidisciplinar, passando por vários outros profissionais. 

Para garantir a segurança e a melhor assistência aos pacientes, nenhuma informação é irrelevante e nada pode faltar. Mas, como registrar informações importantes e ter acesso ao histórico de saúde do paciente? 

Definido pelo Conselho Federal de Medicina como:

 “documento único constituído de um conjunto de informações, sinais e imagens registradas, geradas a partir de fatos, acontecimentos e situações sobre a saúde do paciente e a assistência a ele prestada, de caráter legal, sigiloso e científico, que possibilita a comunicação entre membros da equipe multiprofissional e a continuidade da assistência prestada ao indivíduo (Resolução no 1.638/2002) e considerado de elaboração obrigatória pelo Código de Ética Médica (Artigo 69)”.

O prontuário médico é o documento que reúne todas essas necessidades. 

O funcionamento do prontuário do paciente

A teoria sobre o prontuário é simples, mas a prática se torna desafiadora, pois exige muita disciplina e minúcia. Além de ser indispensável na boa prática da medicina e no atendimento aos pacientes, o prontuário do paciente é necessário para quesitos administrativos, de gerenciamento legal e até financeiro.

Tal quesito é tão importante na área da saúde, que o prontuário é considerado sigiloso e é um documento legal, cabendo a criação de Boletins de Ocorrência no caso de algum extravio ou má prática do prontuário. O prontuário deve ser bem preenchido, sem rasuras e com dados reais. 

Prontuário Eletrônico: os avanços tecnológicos no prontuário médico

Para atender às exigências cabíveis, foi criado o Protocolo Eletrônico do Paciente (PEP). Tal tecnologia é utilizada em instituições da saúde para manter registro e controle das informações dos pacientes de forma otimizada e segura. 

Com isso, erros são reduzidos, pois diminui a incidência de falhas humanas, levando a um patamar mais profissional o atendimento.

Além da segurança na hora de incluir informações de pacientes, o PEP também auxilia no armazenamento seguro de dados ao longo do tempo. As informações são protegidas de forma automatizada para futuras necessidades e acompanhamento. 

A interação com os usuários também é aprimorada com o PEP, assim como a facilidade em incluir informações de múltiplos profissionais e manter controle sobre diagnósticos, remédios e soluções apontadas pelos médicos aos pacientes.

Toda essa automatização auxilia grandemente também os setores administrativos do hospital, incluindo os setores jurídico e financeiro. Tendo informações alocadas em um local de fácil acesso e interação, todas as partes da interação atendimento médico x paciente são facilitadas e aprimoradas.

O PEP só tem a acrescentar ao atendimento médico de pacientes e ainda auxilia na redução de papéis e de locais de armazenamento dos antigos prontuários físicos.

Agora que você já sabe mais sobre o prontuário eletrônico, compartilhe este material, nas redes sociais, com pessoas que também precisam conhecer essa inovação tecnológica!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *